Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2014

Namoro ou liberdade: o que você prefere?

O filme Namoro ou liberdade - cujo nome original é Are we officially dating?, ou seja, Estamos namorando oficialmente? - poderia ser apenas mais uma comédia romântica americana que nos propicia algumas risadas enquanto assistimos, mas nada nos acrescenta após sairmos do cinema. [não estou criticando esse tipo de filme, pois ele realmente cumpre o seu propósito de entretenimento]

No entanto, se estivermos atentas à mensagem que o filme passa, sairemos do cinema pensando sobre uma patologia masculina muito atual: a fobia a relacionamentos
Contextualizando as pessoas que estão em relacionamentos estáveis e não têm ideia do que eu estou falando: lembram há algumas décadas quando os homens temiam a palavra "casamento"? Pois é, agora a palavra "namoro" parece ter o mesmo impacto.  
No princípio, eu achava que isso era um fenômeno dos homens de Brasília. Depois, conversando com amigas de outras cidades, percebi que parecia atingir o universo masculino brasileiro como…

Refletindo a Lua

Lua cheia inspira amores. Inspira escritores.
Malú Oliveira, que divide comigo o blog Remix v.2, foi uma das inspiradas pela última lua e compartilha conosco belíssimas palavras. Obrigada, Malú!
Apreciem comigo...


Por isso a visão da lua foi especial: ela me mostrou como tudo é pequeno! Como posso passar o dia inteiro pensando em uma única coisa se a lua está ali pra me mostrar que um universo inteiro existe? E o melhor, dentro e fora de mim!




Sentei em frente ao computador e já comecei a digitar as palavras. Comecei porque se pensasse muito sei que logo desistiria de escrever. Comecei porque basta começar para as palavras ganharem vida própria. Mas a pergunta é: o que me inspirou? 

Posso dizer que o que me “inspirou” foi uma recaída de um amor perdido, foi a dor de cotovelo que tomou conta de mim neste dia que, inicialmente, era perfeito. Poderia também dizer que vim para dizer que não é fácil se curar de um amor, que requer tempo e paciência. Poderia falar mil coisas e tentar fazer voc…