Tendências fashion verão 2014 - Parte I

Estar na tendência da moda verão 2014 vai ser fácil, fácil, gurias, pois, além das badaladas cores apresentadas a vocês no post anterior, hoje veremos o que de mais fashion desfilaremos na estação mais quente do ano.   

Hits que permanecem no street style e que já mostraram a que vieram ainda em 2013, são a combinação P+B, as estampas de azulejos portugueses, as estampas étnicas, os tons metalizados e as rendas. O preto e o branco, que nunca perdem a majestade, podem vir ornamentando a mesma peça, complementando-se em estampas e listras, ou compondo peças únicas. Neste último caso, podemos somar peças brancas a pretas ou vestir looks monocromáticos, em que a cor oposta surgirá como coadjuvante em simples acessórios.   



Um truque poderoso de que podemos lançar mão para modernizar o visual é o ponto de luz, que nada mais é do que uma peça de roupa ou um acessório, único e colorido, que, além de emprestar elegância e criatividade à produção, é utilizado para quebrar a monotonia da dupla de cores. 




Em se tratando da estampa de azulejos portugueses, não há erro. O importante é tentar não sobrecarregar o visual, evitando-a em conjuntinhos e peças coordenadas. O ideal é darmos preferência a peças únicas, que podem vir a ser combinadas com uma das cores que compõem a estampa, geralmente o branco e o azul klein. Também nesse caso, o ponto de luz auxilia na modernização do look.

        

A inspiração étnica, já há algum tempo utilizada no mundo da moda, não comporta exageros. Originalmente chamativas, essas estampas, em razão da ampla cartela de cores e formas, "conversam" perfeitamente com peças neutras e pouco elaboradas (regatas, t-shirts, shorts, saias-lápis, dentre outras), que atuem apenas como suporte, valorizando a estampa eleita como papel principal. Nada impede que sejam empregadas em produções maiores do vestuário, como vestidos e macacões. Contudo, devemos reservá-las para determinadas ocasiões, como reuniões menos formais, em se tratando de ambiente profissional, e festas que seguem a mesma proposta, com um dress code menos rígido.  





Os tons metalizados apresentam-se como mega versáteis, agregando-se às mais variadas cores. A exemplo do que ocorre com as estampas de azulejo português e étnica, um dos cuidados que devemos ter no momento de utilizá-los é não ultrapassar os limites, deixando brilhar apenas uma ou pouquíssimas peças.

Diferentemente do que muitos imaginam, não é proibido, não, se aventurar durante o dia com peças em tons metalizados, o importante é saber usar! Nesse caso, acessórios são um excelente exemplo, trazendo glamour a roupas mais tímidas como t-shirts e jeans. À noite, podemos nos deixar levar pela ousadia de composições mais amplas, como vestidos, saias, calças e blusas, além de bijouterias mais pesadas e brilhantes. 




Por fim, as rendas, tradução de glamour e elegância, se renovam com força total nesta estação, fugindo do óbvio (obaaaaaaaaaaaaaa!). Isso porque, além de fazerem frente em produções mais românticas, seu habitat natural, passaram a fazer parte de criações mais inusitadas, aplicadas em peças de conceito mais despojado e, até mesmo, esportivo, como shorts e moletons.



As cores, mais vibrantes e exibicionistas, compõem outra mudança visível nas rendas atualmente produzidas pela indústria têxtil, apresentando nuances modernas e diferenciadas e emprestando um certo atrevimento aos looks das mais antenadas! A renda guipir é a queridinha da estação, o "último grito da moda". Você já deve tê-la visto (e admirado) em saias e shorts-saia, passando ela a desfilar, em abundância, desde o final de 2013, quando tomou conta do mercado fashion, abastecendo desde as araras mais caras e exclusivas às mais populares e em conta!   

A renda funciona, de forma absolutamente deslumbrante, como protagonista de looks mais elaborados, como vestidos de festa (sempre certeira e atual) e dando um toque de feminilidade e leveza a produções do dia-a-dia.            
    

     
No próximo post, traremos mais dicas para atualizar seu closet e começar o ano brilhando, não perca!  





Fernanda Alvim é sagitariana, apaixonada, teimosa, convicta, impulsiva e aficionada por limpeza e moda. Sua coluna Mulheres e Moda é repleta de dicas sobre como vestir-se bem sem gastar muito.         

Desapego - Sugestão de leitura infantil

Julia e os Balões é um livro de Marco Coiatelli ilustrado por André Neves. 
De uma forma singela, o autor aborda um assunto difícil de trabalhar até com adultos: o desapego



- Julia, nascemos dum pedaço de papel e tanto podemos nos tornar um papel para desenhar e guardar ou para rabiscar e jogar fora. [fala de um balão]
- Vocês são felizes vivendo assim? - perguntou Julia.
- Somos muito felizes com as surpresas da vida e, enquanto não partimos, brincamos de fazer o outro feliz.
- E o que vocês sentem quando as pessoas soltam os balões pelos ares?
- Quando o momento de viajar se aproxima, começa a realização do nosso sonho. Guardamos na memória do coração a lembrança de quem nos soltou e partimos. 

Delicado e profundo, não é mesmo?

Fica para reflexão: como estamos trabalhando nosso desapego de coisas, de pessoas? E do passado?  

No final do ano, mudei-me para um apartamento menor e precisei desfazer-me de muitas coisas. Foram sacos e sacos, caixas e caixas. O que mais me impressionou nesse processo - muito dolorido, tenho de confessar - nem foi a quantidade de coisas que eu doei, mas sim a quantidade de coisas que foram direto para o lixo, sem utilidade. Coisas as quais eu me apegava, que por algum motivo eram importantes para mim.

Certo dia, em meio à arrumação da mudança, uma amiga me contou que havia sonhado comigo. No sonho, eu e ela conversávamos sobre seguro contra incêndio. Diante disso, fiz duas coisas:

1. Um seguro residencial (do BB, claro). 
2. Passei a selecionar o que eu guardaria e o que eu doaria de uma forma mais simples, perguntando-me: se minha casa incediasse e eu perdesse tudo o que eu tenho (Deus me proteja!), por esse objeto aqui eu sofreria muito, ficaria apenas um pouco triste ou pensaria "ah, tudo bem, isso é o de menos"? Se fosse a terceira opção = doação. Ficou bem mais fácil desse jeito.    




Esse assunto de desapego, balões e despedidas, lembra-me de uma situação muito dolorosa que vivi em 2006. Com a morte do meu melhor amigo no acidente da GOL (sim, aquele do Legacy), enquanto ainda o corpo não havia sido localizado, fizemos uma homenagem a ele no parque Olhos D'Água, aqui em Brasília. 

Lembro que chovia. Com uma música ao fundo, nós (os amigos) fizemos preces e declaramos nosso amor. Foi lindo, apesar de eu não conseguir parar de chorar. 

No final, todos segurávamos balões de gás hélio na cor branca - um para cada ano de vida que ele tinha, 31 balões no total. Fomos soltando os balões, cada um a seu tempo, em meio àquele lugar que nós dois chamávamos de "Colina dos Teletubies" (lembro-me como se fosse ontem quando fomos juntos conhecer o parque depois de sua inauguração e o quanto rimos por ele ter um laguinho chamado "Lagoa do Sapo" - e, claro, uma colina igual a dos Teletubies)

Adivinhem se eu consegui soltar o balão? Claro que não. Todo mundo soltou e eu lá, agarrada na fita que o prendia, como se aquilo pudesse segurar meu amigo comigo. Minha mãe me abraçando, me incentivando a soltar. E eu lá, parada, segurando um balão como quem segura a própria vida. Até que consegui soltar. Deixei ir. Fiquei observando aquele balão sumir ao longe. E, admito, fantasio que ele ainda está voando por aí até hoje. 

Mas secando as lágrimas e voltando à indicação de leitura para as crianças:

Julia e os Balões
De Marco Coiatelli
Editora da UCG - R&F Editora, Goiânia, 2006.

A história é contada em português e no verso de cada página em espanhol. 
(Vi na internet que há também a versão em inglês) 

#ficadica


E como disse o balãozinho à menina Julia: 

Sejamos felizes com as surpresas da vida e, enquanto não partimos, brinquemos de fazer o outro feliz.



Saudade, Naninho!



Blog de cara nova - versão 2014

Como 2014 é ano de tudo novo em minha vida, nada como dar uma repaginada no blog também. 

A ideia foi fazer algo mais moderno e menos romântico (quer dizer, menos cor-de-rosa).
A predominância do lilás simboliza a transmutação.
Minha foto no header vem para conferir um caráter mais pessoal ao layout.
E o pano de fundo foi tirado de uma cena de um clip de minha banda favorita - de uma música que fala justamente sobre mudanças.


Remix (I Like The) - New Kids on the Block (2013)


Para ninguém ter saudades, deixo aqui o header antigo, trazendo mulheres fortes de nossa história e algumas coisinhas que gostamos e identificam o universo feminino - ok, Ana Terra não existiu de verdade, mas a personagem do clássico "O Tempo e o Vento" de Érico Veríssimo é uma heroína para mim




E aí, curtiram?

Campanha BB 2014 - BOM2104PRATODOS

Para homenagear seus funcionários, o Banco do Brasil colocou os nossos filhos para protagonizarem a campanha de final-de-ano. Ficou lindo e emocionante!

Eu e minha Amanda, 6 anos, aparecemos tanto no filme em que o BB deseja um bom 2014 para todos os funcionários, como no making of, ambos abaixo. Sim, eu sou aquela que digo que sou apaixonada pelo que faço - e me sinto privilegiada por isso!

Confiram: 


Campanha de final-de-ano funcionários BB 



Making Of 


Amanda: "Mamãe, eu quero desenhar" :)


E a Amanda é ainda uma das crianças que ajudam os internautas a mandarem mensagens de ano novo para seus amigos. No site www.bom2014pratodos.com.br, são encontrados vários pequenos vídeos numa "Galeria de fofurinhas", dos quais você escolhe quatro para montar sua mensagem. Se escolher "Conversas", lá estará minha Amandinha :) 
 


Sua foto também pode ser vista no descanso de tela dos computadores do BB - o que deixa a minha pequena toda contente nesse período de férias em que tem ido muitas vezes trabalhar com a Mamãe.

Eu adorei! 

Mas, segundo ela, "não valeu a pena" :(
Isso porque foram dois dias exaustivos de gravação - e muita espera. Definitivamente, a Amanda não tem perfil para isso. Foi o que eu disse quando ligaram da agência de modelos dias depois. Ainda insistiram que a diretora tinha gostado dela, mas eu respondi que ela detestou a experiência.  Prometi que nunca mais a submeteria a isso, a não ser que ela peça. 

Então, câmeras agora só para a Mamãe ehehe: 

O colorido verão de 2014

Qual a tendência de cores para o verão 2014? Confira abaixo a análise da colunista Fernanda Alvim e acerte em cheio na hora de escolher o modelito.     


Gurias, pesquisando há algum tempo em quais seriam as principais tendências em cor no verão de 2014, cheguei a uma conclusão: este será o ano da variedade, da riqueza de opções e do colorido! Siiiiiiiiiim, de acordo com a Pantone (empresa norte-americana largamente conhecida por seu sistema de cores e que realiza, anualmente, pesquisas voltadas à definição das principais tonalidades a serem utilizadas, com o auxílio de estilistas, designers, arquitetos e afins) poucas não serão as cores em evidência neste ano, incluindo-se, dentre elas, linen (que transita entre o cru e o rosé), nectarine (um laranja mais apagado, beirando os tons pastéis), poppy red (vermelho-cereja, muito próximo àquela tonalidade de vermelho mais fechado que encontramos nas caixas de lápis de cor e que, pelo menos na minha infância, era chamado de vermelho-maravilha), african violets (lilás), monaco blue (que transita entre o azul klein e o marinho), dusk blue (azul celeste), emerald (verde-esmeralda), grayed jade (um verde mais apagado, muito próximo ao já conhecido menta), tender shoots (que transita entre o pistache e o verde-limão) e lemon zest (vibrante, parecido com o amarelo-ovo).

Agora que já sabemos todos os nomes glamourosos dados às cores que serão hit nesta estação (muitas das quais, sem nos darmos conta, já habitam nosso closet), que tal sermos apresentadas a elas? 

                             
Confesso que, pela grande maioria, não morro de amores. Acho, por exemplo, a grayed jade, a african violet e a dusk blue um tanto quanto sem graça. Claro que, se aliadas às peças ideais, podem vir a compor looks impecáveis, na medida. A linen, por sua vez, é coringa, básica e chique, podendo formar tanto um look monocromático, elegante, quanto se aliar a outros tons mais vibrantes, como o emerald, o lemon zest, o tender shoots, o nectarine, o poppy red, o monaco blue e mais tantas outras cores que com ela fazem parceria perfeita.

Vamos conferir agora algumas peças criadas nesses tons pra que vocês tenham um exata noção da aplicação no mundo fashion:

     
       





Apesar de toda essa cartela de cores ter sido apontada como forte tendência, o verde-esmeralda, eleito a cor principal de 2013, vem, mais uma vez, brigar por seu reinado. Seja nas revistas, blogs de moda e vitrines espalhadas por toda parte, é ele o queridinho do momento, criando composições monocromáticas, dando o tom de acessórios poderosos como sapatos, cintos, bolsas, echarpes, e coadjuvando em companhia de demais cores como o pink, o laranja, o azul, além de tons terrosos: 

             


Por fim, é importante mencionar que o pink, que, diga-se de passagem, passou longe da composição de cores da Pantone, também surge nas pesquisas como um candidato de peso a despontar como a cor do ano, tendo sido largamente utilizado por estilistas em criações atuais e sendo empregado na indústria como carro-chefe de diversas coleções de roupas e acessórios. A cor do momento pode ser usada em produções livres de interferência de quaisquer outras cores, em peças ton-sur-ton, ou em composições inusitadas e não menos elegantes, como o pink e vermelho ou o pink e laranja (amoooooooo):  



    












 




Fernanda Alvim é sagitariana, apaixonada, teimosa, convicta, impulsiva e aficionada por limpeza e moda. Sua coluna Mulheres e Moda é repleta de dicas sobre como vestir-se bem sem gastar muito.         

Dicas para maquiagem de ano novo

Se tem uma ocasião em que mesmo as mulheres mais discretas podem ousar na maquiagem [além do Carnaval, claro] - é o reveillon. Hoje em dia, com tantos tutoriais de make maravilhosos no Youtube, podemos abolir de vez aquele nosso visual-padrão-de-festa e inovar. Confira algumas dicas e... coragem! Você consegue!   




Dicas para acertar na maquiagem de ano novo

1. Escolha com antecedência o look. Assim você terá tempo de comprar alguma coisa necessária. Um novo tom de sombra, por exemplo. 

2. Lembre-se: a maquiagem não deve combinar com a cor da sua roupa! Eu sei que às vezes isso é tentador, mas contenha-se! Não pode, mocinha! Se você não tiver muita prática na escolha da cor certa, fique atenta que nos próprios tutoriais as meninas dão dicas. Na sua pesquisa, você já pode especificar a cor da roupa, por exemplo: "maquiagem para vestido verde".  

3. Seja ousada. Achou bonito? Então... por que não? Você também merece estar deslumbrante!  

4. Não se prenda aos itens mostrados no tutorial. Não há problema se você não tiver tuuudo aquilo que elas têm. Não há problema se não tiver exatamente aquela cor de sombra. Adapte. Tenha o tutorial como uma referência.    

5. Organize-se para começar a maquiagem um bom tempo antes da sua hora de sair de casa. Isso é muito pessoal, mas eu gosto de começar 1 hora e meia antes. Assim você pode ficar tranquila e maquiar-se sem pressa (aquela tal que ainda não fez as pazes com a perfeição), pode apagar algo que não tenha gostado e fazer de novo, sem pressão. 

6. Se possível, coloque um ventilador perto de você. Quando não se tem muita prática, podemos demorar muito tempo na maquiagem e, se estiver calor, começamos a suar - o que dificulta o processo.    


O meu look de ano novo 

Originalmente, eu passaria a virada de ano num vestido branco. Como com branco tudo combina, eu decidi que ousaria na sombra colorida. Escolhi o seguinte look da amiga Dea Make Up:



O problema - podem rir - é que na hora em que fui fechar o vestido é que lembrei que ele havia sido feito sob medida ANTES de eu colocar prótese de silicone nos seios. E, claro, o zíper não fechou. Como já passavam das 18h do dia 31 e todas as lojas já estavam fechadas, pensem no desespero - acompanhado de perto pelos amigos no Facebook. Foram tantos comentários divertidíssimos sobre o meu drama de ano novo, que um deles até usou a hashtag #MelhorQueNovelaDasOito. Na hora, eu só pensava naquele vestido DEUSO que experimentei para o post da colunista Fernanda Alvim.

Não teve jeito, precisei repetir o vestido do ano passado. Ok, estava em outra cidade, com outras pessoas... mas vai dar azar? As amigas respondem:


"Seus pensamentos interferem mais na sua sorte do que sua roupa. Não importa sua roupa, importam suas intenções!"
Malú Oliveira


"Olha no armário e escolha a roupa que você mais gosta. Aquela que te deixa mais feliz. Afinal, é assim que você deve passar o Reveillon, FELIZ!!!" 
Paula Pacheco


Agora que a escolha seria um vestido dourado, achei que deveria dosar no colorido da maquiagem. O novo look escolhido como referência foi o seguinte, da Camila Coelho. Ainda glamouroso e chamativo, mas menos colorido.




O resultado foi aquele que vocês vêem na primeira foto deste post.  

E aí, o que acharam? 
Eu particularmente acho que eu deveria ter sido mais corajosa e abusado mais no preto. Lembrarei disso na próxima vez. ;)

Fica o aprendizado de que não se precisa ser profissional para chegar a um look legal. 
Lembre-se: não precisa ser perfeito, precisa só ficar bonitoNinguém vai dizer pra você: "Feche o olho e fique com ele fechado por 2 minutos para que eu possa analisar se um lado está igual ao outro". Então take it easy! Invente, tente, ouse! 


Feliz ano novo


A expressão "Ano novo, vida nova" nunca fez tanto sentido para mim. Quantas mudanças estou vivendo ao mesmo tempo em que o ano vira. 

Quero agradecer aos leitores e leitoras pela companhia nesse ano que passou e desejar que tenhamos todos um ano novo com muitos momentos especiais. Ou, como disse minha amiga Tatiana Ornelas, que nossas bocas sejam pequenas demais!

"Felicidade é quando a boca é pequena demais pro tamanho do sorriso que tua alma quer dar."