Pular para o conteúdo principal

Como ser mais atraente

Por mais que acreditemos que a beleza das pessoas está no interior, em sua essência, vivemos numa sociedade em que somos julgadas pela aparência. #fato. Às vezes podemos cansar da forma como somos julgadas e decidir mudar. Se você está nessa busca por mudanças, compartilho abaixo algumas dicas de como tornar-se mais atraente.    

Foto de Rodrigo Carletti - maio/2013

Quando eu tinha 16 anos, eu estava numa fase meio patinho feio - bem diferente da foto que vocês vêem acima, aos 35 anos. Tinha engordado, trazia espinhas no rosto, usava óculos com lente grossa. Eu me sentia feia. Ainda mais ao lado das minhas primas e amigas, que chamavam muito a atenção dos meninos. Conversando na época com uma delas a esse respeito, ela me disse algo que observo como verdadeiro até hoje: 


"Eu percebi que não importa o corpo que a gente tem, importa como a gente se veste. Com o mesmo corpo, sua imagem é uma se você usar bermuda, camisetão, meião e tênis e outra completamente diferente se você usar calça jeans, blusa mais justa e sapato de salto."

Comecei a observar as mulheres na rua e percebi que minha prima estava certa. Até hoje olho minhas amigas e percebo algumas delas acima do peso fazendo muito mais sucesso pela forma que se vestem do que outras que têm um corpinho dentro dos padrões mas se escondem dentro de roupas largas. 

O mesmo vale para o rosto: você pode não ter um rosto lindo, mas se souber usar um corte, cor e penteado legal nos cabelos e uma maquiagem que lhe valorize, pode ficar muito mais atraente que uma mulher linda que não se liga na aparência.      

O fato é que a forma como nós nos mostramos é impactada pela percepção que temos de nós mesmas. Escrevi sobre isso ontem no blog de fitness Remix v.2 e convido você a dar uma refletida sobre o assunto lendo meu post: Qual imagem temos de nós mesmos? 

Você pode estar pensando agora: ok... mas como eu faço para mudar?  Primeiro, você precisa tomar a decisão de mudar e ser firme! Depois você pode usar diversos recursos disponíveis para ajudá-la nessa trajetória, como buscar uma psicóloga (por que não?) e também acompanhar relatos de outras pessoas que estão fazendo o mesmo percurso, como eu e a Malú no Remix v.2.  

Precisa, antes de qualquer mudança exterior, promover mudanças dentro de si. 
Uma vez uma terapeuta de balanceamento muscular me receitou o seguinte "medicamento", que deveria ser repetido uma vez ao dia: 

Dizer em voz alta, 4 vezes, a seguinte frase, batendo no ponto ID3 da mão: 

"Eu, firmemente e profundamente, me amo, me aceito e me respeito com todos os meus defeitos e meus problemas."

Eu fecho a mão esquerda e dou batidinhas no ponto ID3 (circulado na imagem)
com os dedos indicador e médio da mão direita

A fisioterapeuta relatou que as mulheres que utilizam esse recurso são vistas de uma forma mais radiante, pois tornam-se mais confiantes em si mesmas. Que tal tentar? Eu tenho essa frase escrita ao lado da minha cama e até minha filha já sabe decor. :)

Lembra como comecei este post? Eu dizia que a beleza está dentro da gente. Acredito firmemente nisso. Precisamos acreditar mais em nós mesmas e a técnica mostrada acima pode ajudar. Além disso, cuidar da aparência física também reforça a geração de uma maior estima por nós mesmas. Então que tal começar a se mexer?

Você encontra mais dicas em nossa coluna Fitness. 

Comentários

  1. Adorei, Ana! Mudar de atitude é algo que estou fazendo gradativamente, nas roupas, nas atitudes, na personalidade... em tudo! Hoje eu sou uma pessoa completamente diferente, mais viva, mais feliz. E você é uma parte super importante nesta minha nova fase! Você que me colocou pra cima e me fez enxergar tudo de uma forma diferente, minha guru! :) Ah, ficou GATA demais na foto! Quero ser igual a você quando crescer. Beijo!

    ResponderExcluir
  2. Maria de Fátima Faria4 de novembro de 2013 16:51

    Oi Ana,
    Fico tão feliz por vê-la tão bem e irradiando boas energias. Essa sua maneira de se comunicar de uma forma tão simples, direta e verdadeira, com certeza, inspira e ajuda muitas mulheres. Continue assim. Bjs.

    ResponderExcluir
  3. Estou me deliciando visitando seu blog,suas palavras são inspiradoras.Adorei,vou seguir suas dicas que levantam muito o astral.Um gde bj.

    www.vidademulherapos30.blogspot.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comentários dos leitores e leitoras são muito bem-vindos, pois enriquecem o blog com diferentes pontos de vista e relatos de experiências.
Mas estejam atentos às regras básicas de ética e boa convivência. Comentários em desacordo com elas ou que fujam ao tema do post poderão não ser aceitos.

Postagens mais visitadas deste blog

Medo de barata - transtorno sexual ou alergia?

Ver uma pessoa gritando diante de um inseto de cinco centímetros que não morde nem ataca seres humanos pode parecer irracional. O que muitos não sabem é que existem teorias que explicam o medo de barata, que acomete principalmente mulheres (mas também alguns homens).


O medoDe modo geral, ter medo é natural e até uma questão de sobrevivência. Por exemplo, o medo que nos leva a dirigir com as janelas do carro fechadas e a estarmos atentos à nossa volta ao pararmos na sinaleira pode evitar que sejamos pegos desprevenidos por um assaltante. No entanto, alguns medos podem prejudicar-nos em muitos aspectos de nossas vidas, como aqueles que se transformam em fobias.


Este post sobre o medo de barata é o primeiro de uma série de três. Na sequência dele, falaremos ainda sobre o enfrentamento de medos, como o medo de voar de avião e o medo de fazer exame de sangue. Compartilharemos também algumas dicas para perder o medo, que podem servir para qualquer tipo deles.

Medo de barata
Confesso a vocês qu…

A difícil tarefa de educar uma criança

Antes de eu ser mãe, as pessoas costumavam invalidar minhas opiniões sobre a educação de crianças - mesmo eu sendo pedagoga, ou seja, formada em Educação. Isso não valia para elas, pois teoria é teoria e prática é prática. Também não era válido o meu longo histórico de ótimo relacionamento com crianças, porque cuidar dos filhos dos outros não é educar. 

Pois bem, em parte elas tinham razão: "quem fala de sangue, e não está sangrando, é um impostor", já dizia Fernando Sabino. Em partes. Porque, agora que eu sou mãe, não só acredito nas mesmas coisas como também vejo-as reforçadas na prática. O que quer dizer que, mesmo não tendo passado pela experiência da maternidade anteriormente, as minhas vivências, a minha sensibilidade e o meu estudo tornaram-me apta para formar algumas ideias sobre o assunto. 
Se eu sei tudo sobre como educar uma criança? Se eu faço tudo certinho como mãe? Obviamente que não. Mas, como a maior parte das mães, eu tenho sempre a melhor das intenções. ;)

Encantos e perigos de um homem histérico

Eros quando solteiro foge diante de um possível relacionamento profundo. Mas gosta de manter uma mulher apaixonada sem assumi-la (pela necessidade da certeza de ser amado). Eros histérico continua freneticamente seu jogo de sedução, porém, finalizada a sedução ele não sabe mais o que fazer, ali entra em territórios desconhecidos. Evita um vínculo mais sólido porque seria deparar-se com a sua impotência diante de algo ou de uma situação e dessa forma fica evidenciado aquilo que poderia ter sido e não foi: o verdadeiro homem.
Toda mulher com uma relativa experiência afetiva é capaz de reconhecer perfis de homens com os quais se deve estar alerta. É quase como se uma luz piscasse com o texto: "Perigo! Mantenha distância".  Apesar disso, não raro envolvem-se com eles mesmo assim e saem chorando no final.
Dentre esses perfis evitáveis que simplesmente não conseguimos evitar, está o que a Senhorita Patinete chama de  Heros histérico. Hoje entenderemos melhor como funciona esse tal…