Pular para o conteúdo principal

Dicas para aniquilar a celulite

Apesar de 90% das mulheres sofrerem com ela, é difícil aceitar a celulite como uma característica natural feminina - embora ela realmente seja! Se você decidiu que lutará contra os furinhos até o final (bem-vinda ao clube!), selecionamos abaixo algumas dicas para diminuir a celulite

E não se preocupe, pois importar-se com a aparência não faz de você uma mulher menos inteligente ou mais fútil. Estar de bem com o espelho ajuda no fortalecimento da auto-estima. Mas atenção: sentir-se uma mulher bonita vai muito além de ter ou não o bumbum lisinho. Portanto, vamos lutar contra as celulites, mas sem neuras, ok? Recomendo que, antes de mais nada, você leia neste blog:  






Quer acabar de vez com a celulite?

Desculpe decepcionar, mas isso é praticamente impossível. :(
Se por um lado celulite não tem cura, por outro, podemos pelo menos amenizá-la. Mas prepare o seu bolso para isso!

Confira abaixo algumas dicas de combate à celulite, o que melhor funcionou comigo nesses anos de guerrilha contra ela:


1. Tome muita água

Ingira no mínimo 2 litros de água por dia. Isso é essencial para seu organismo funcionar corretamente e não reter líquidos. Tenha sempre uma garrafa de água perto de você: na mesa do trabalho, no carro etc. 

Ponto negativo: precisamos frequentemente parar o que estamos fazendo para ir ao banheiro, mas isso é perfeitamente administrável.


foto: cc jgoge


2. Drenagem linfática

Procure uma boa massagista, porque tem muita profissional por aí que ao invés de massagem faz "carinho". Ou seja, não faz os movimentos como deveriam ser e, consequentemente, os resultados não são os esperados. Se não estiver doendo, minha amiga, tem alguma coisa errada aí. Porque gordura dói!


Ponto negativo: não sei vocês, mas eu não tenho nem tempo nem dinheiro para fazer massagem duas vezes por semana durante a vida toda.



3. Cremes anti-celulite

Já usei vários, mas os meus preferidos são o Phyto Mince Lipo Ativo da Anna Pegova, e o Elancyl da Nouveau.


Ponto negativo: custam em torno de R$ 180,00 e duram mais ou menos um mês, mas isso depende da quantidade de regiões afetadas. Os resultados aparecem com algum tempo de uso (seja paciente!) mas, para mim, são insuficientes. A impressão que dá  é que precisaremos usá-los sempre e para sempre, mesmo assim sem resultados muito satisfatórios.



4. Dieta sem glúten e sem lactose

Drenagem e cremes ajudam um pouco, mas o que realmente amenizou muito a celulite no meu caso foi a alimentação. Quem me acompanha no Animando-C sabe que adotei uma dieta com pouca ingestão de glúten e lactose em busca de melhor qualidade de vida. 

Eu nem sonhava que faria diferença na celulite, mas fez. Não sei bem se é por causa do glúten ou da lactose (ou das duas coisas).

Pesquisando na internet, percebi que esta minha teoria não é inédita. Se quiserem saber mais:

Ponto negativo: retirar o glúten e a lactose da alimentação não é das tarefas mais fáceis. Pense rápido numa coisa que você ama comer. Pensou? Muito provavelmente ela contenha glúten e/ou lactose. Porque tudo de bom neste mundo contém glúten e lactose (ou açúcar)! Até a parte social - jantar na casa de amigos, festas ou restaurantes - fica complicada.
Mas se querem saber, vale a pena, porque a gente se sente tão melhor no dia a dia!
Eu recomendo cortar totalmente ambos por 30 a 40 dias e depois, se desejar, ser um pouco mais flexível - o que eu reservo para eventos sociais.

Quem quiser testar umas receitinhas, recomendo o blog Sem Glúten Sem Lactose


Veja também aqui no Mulheres uma receita deliciosa de Pão de quinoa  germinada com semente de linhaça.



5. Exercícios físicos

Mexa-se! É impossível livrar-se da celulite mantendo uma vida sedentária. Escolha uma atividade que mais se adeque ao seu gosto, seu bolso e suas possibilidades. Caminhar na rua, fazer academia, remo, patinação, jogar basquete... por que não aproveitar e aventurar-se em atividades diferentes? Isso não tem apenas a ver com celulite e sim com saúde de modo geral. Portanto, precisa fazer!

Ponto negativo: dependendo de sua escolha, isso pode consumir tempo e dinheiro. A preguiça e a falta de disciplina podem atrapalhar, mas seja perseverante. Acompanhe nossa série Fitness para mais dicas.   


6. Evite ao máximo toxinas

Fuja de toxinas que fazem mal ao seu organismo - e também causam celulite. Refrigerante, cigarro, pílula anticoncepcional... pra que isso, minha gente? [Ok, pilula anticoncepcional tem uma boa justificativa ahaha] Mas considere usar um método livre de hormônios - como camisinha. Aliás, ela é o único meio para evitar doenças sexualmente transmissíveis. É incômodo? O parceiro reclama? É, eu sei... devido a um problema no fígado, não posso tomar anticoncepcional. Mas dá pra viver muito bem sem, viu?  

Vamos aproveitar essa conversa para falar francamente sobre a camisinha.

Ponto negativo: aprender a viver sem algumas coisas que nos dão prazer ou vício (como refrigerante e cigarro) e buscar adaptar-se a novos métodos para evitar gravidez - esse prazer não precisamos deixar de ter, ok? ;) 


Essas foram nossas 6 dicas básicas contra celulite. Gostaram? Tem algo a acrescentar? Compartilhe com a gente nos comentários.

Agora se você é corajosa e quer enfrentar a celulite de modo mais contundente (o que significa gastar mais dinheiro e provavelmente sentir mais dor), não perca o próximo post Dicas POWER contra a celulite. Até lá!




Comentários

  1. Perfeito, Ana!
    Temos a carga genética, mas melhorar a circulação e beber bastante líquido, ajuda bastante!!
    Beijus,

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comentários dos leitores e leitoras são muito bem-vindos, pois enriquecem o blog com diferentes pontos de vista e relatos de experiências.
Mas estejam atentos às regras básicas de ética e boa convivência. Comentários em desacordo com elas ou que fujam ao tema do post poderão não ser aceitos.

Postagens mais visitadas deste blog

Medo de barata - transtorno sexual ou alergia?

Ver uma pessoa gritando diante de um inseto de cinco centímetros que não morde nem ataca seres humanos pode parecer irracional. O que muitos não sabem é que existem teorias que explicam o medo de barata, que acomete principalmente mulheres (mas também alguns homens).


O medoDe modo geral, ter medo é natural e até uma questão de sobrevivência. Por exemplo, o medo que nos leva a dirigir com as janelas do carro fechadas e a estarmos atentos à nossa volta ao pararmos na sinaleira pode evitar que sejamos pegos desprevenidos por um assaltante. No entanto, alguns medos podem prejudicar-nos em muitos aspectos de nossas vidas, como aqueles que se transformam em fobias.


Este post sobre o medo de barata é o primeiro de uma série de três. Na sequência dele, falaremos ainda sobre o enfrentamento de medos, como o medo de voar de avião e o medo de fazer exame de sangue. Compartilharemos também algumas dicas para perder o medo, que podem servir para qualquer tipo deles.

Medo de barata
Confesso a vocês qu…

A difícil tarefa de educar uma criança

Antes de eu ser mãe, as pessoas costumavam invalidar minhas opiniões sobre a educação de crianças - mesmo eu sendo pedagoga, ou seja, formada em Educação. Isso não valia para elas, pois teoria é teoria e prática é prática. Também não era válido o meu longo histórico de ótimo relacionamento com crianças, porque cuidar dos filhos dos outros não é educar. 

Pois bem, em parte elas tinham razão: "quem fala de sangue, e não está sangrando, é um impostor", já dizia Fernando Sabino. Em partes. Porque, agora que eu sou mãe, não só acredito nas mesmas coisas como também vejo-as reforçadas na prática. O que quer dizer que, mesmo não tendo passado pela experiência da maternidade anteriormente, as minhas vivências, a minha sensibilidade e o meu estudo tornaram-me apta para formar algumas ideias sobre o assunto. 
Se eu sei tudo sobre como educar uma criança? Se eu faço tudo certinho como mãe? Obviamente que não. Mas, como a maior parte das mães, eu tenho sempre a melhor das intenções. ;)

Encantos e perigos de um homem histérico

Eros quando solteiro foge diante de um possível relacionamento profundo. Mas gosta de manter uma mulher apaixonada sem assumi-la (pela necessidade da certeza de ser amado). Eros histérico continua freneticamente seu jogo de sedução, porém, finalizada a sedução ele não sabe mais o que fazer, ali entra em territórios desconhecidos. Evita um vínculo mais sólido porque seria deparar-se com a sua impotência diante de algo ou de uma situação e dessa forma fica evidenciado aquilo que poderia ter sido e não foi: o verdadeiro homem.
Toda mulher com uma relativa experiência afetiva é capaz de reconhecer perfis de homens com os quais se deve estar alerta. É quase como se uma luz piscasse com o texto: "Perigo! Mantenha distância".  Apesar disso, não raro envolvem-se com eles mesmo assim e saem chorando no final.
Dentre esses perfis evitáveis que simplesmente não conseguimos evitar, está o que a Senhorita Patinete chama de  Heros histérico. Hoje entenderemos melhor como funciona esse tal…