Pular para o conteúdo principal

Receita fácil de rapadura de leite condensado

Essa receita rápida, prática e barata de rapadura de leite condensado é ideal para aquelas ocasiões em que você precisa levar um prato de doce para festas juninas ou para festas na escola das crianças. A garotada adora!  


Ingredientes 

Você vai precisar de:
  • Leite condensado ==>> 1 lata
  • Açúcar refinado  ==>> 2 medidas da lata [de leite condensado] 

Modo de preparo


1. Misture os ingredientes numa panela e leve ao fogo baixo, mexendo sempre com a colher de pau até desgrudar do fundo - tipo ponto de brigadeiro. Dica: Não tenha preguiça de mexer beeem essa colher, o mais rápido que puder, senão vai queimar (e não esqueça os lados da panela!). Não faz mal uns pedacinhos que ficarão mais escuros, tipo doce de leite, é assim mesmo (veja na foto). Só não pode queimar, pois altera o sabor. 
2. Coloque numa assadeira (ou tigela) untada com margarina. 
3. Espere endurecer um pouco e corte ainda quente. 
4. Desenforme depois de frio, soltando uma a uma com uma faca ou espátula.  

Pronto! 

Dica valiosa: fica fácil de lavar a panela e a colher se você deixá-las de molho na água de um dia para o outro. ;) 





Quem acompanha mais de perto a minha dieta, sabe que comer essa rapadura está totalmente fora de cogitação para mim. Vocês viram que fazer é fácil. Difícil é só resistir...   

Comentários

  1. Oi! Tudo bem? Adorei a receita.
    Fiz ela ontem, mas não sei o que fiz diferente que não ficou nessa consistência da foto. Quando fui colocar na forma já estava endurecendo e não consegui espalhar direito.
    Tu deixou pouco tempo no fogo?
    Obrigada.
    Bj
    Débora

    ResponderExcluir
  2. Oi, Débora! Provavelmente você deixou mais tempo do que o necessário mesmo. É hora de colocar na forma quando está com uma consistência de massa de brigadeiro.
    Mas, apesar disso, você gostou do sabor?

    ResponderExcluir
  3. A rapadura de doce de leite e o mesmo processo ? A quanto posso vender ?

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comentários dos leitores e leitoras são muito bem-vindos, pois enriquecem o blog com diferentes pontos de vista e relatos de experiências.
Mas estejam atentos às regras básicas de ética e boa convivência. Comentários em desacordo com elas ou que fujam ao tema do post poderão não ser aceitos.

Postagens mais visitadas deste blog

Medo de barata - transtorno sexual ou alergia?

Ver uma pessoa gritando diante de um inseto de cinco centímetros que não morde nem ataca seres humanos pode parecer irracional. O que muitos não sabem é que existem teorias que explicam o medo de barata, que acomete principalmente mulheres (mas também alguns homens).


O medoDe modo geral, ter medo é natural e até uma questão de sobrevivência. Por exemplo, o medo que nos leva a dirigir com as janelas do carro fechadas e a estarmos atentos à nossa volta ao pararmos na sinaleira pode evitar que sejamos pegos desprevenidos por um assaltante. No entanto, alguns medos podem prejudicar-nos em muitos aspectos de nossas vidas, como aqueles que se transformam em fobias.


Este post sobre o medo de barata é o primeiro de uma série de três. Na sequência dele, falaremos ainda sobre o enfrentamento de medos, como o medo de voar de avião e o medo de fazer exame de sangue. Compartilharemos também algumas dicas para perder o medo, que podem servir para qualquer tipo deles.

Medo de barata
Confesso a vocês qu…

A difícil tarefa de educar uma criança

Antes de eu ser mãe, as pessoas costumavam invalidar minhas opiniões sobre a educação de crianças - mesmo eu sendo pedagoga, ou seja, formada em Educação. Isso não valia para elas, pois teoria é teoria e prática é prática. Também não era válido o meu longo histórico de ótimo relacionamento com crianças, porque cuidar dos filhos dos outros não é educar. 

Pois bem, em parte elas tinham razão: "quem fala de sangue, e não está sangrando, é um impostor", já dizia Fernando Sabino. Em partes. Porque, agora que eu sou mãe, não só acredito nas mesmas coisas como também vejo-as reforçadas na prática. O que quer dizer que, mesmo não tendo passado pela experiência da maternidade anteriormente, as minhas vivências, a minha sensibilidade e o meu estudo tornaram-me apta para formar algumas ideias sobre o assunto. 
Se eu sei tudo sobre como educar uma criança? Se eu faço tudo certinho como mãe? Obviamente que não. Mas, como a maior parte das mães, eu tenho sempre a melhor das intenções. ;)

Encantos e perigos de um homem histérico

Eros quando solteiro foge diante de um possível relacionamento profundo. Mas gosta de manter uma mulher apaixonada sem assumi-la (pela necessidade da certeza de ser amado). Eros histérico continua freneticamente seu jogo de sedução, porém, finalizada a sedução ele não sabe mais o que fazer, ali entra em territórios desconhecidos. Evita um vínculo mais sólido porque seria deparar-se com a sua impotência diante de algo ou de uma situação e dessa forma fica evidenciado aquilo que poderia ter sido e não foi: o verdadeiro homem.
Toda mulher com uma relativa experiência afetiva é capaz de reconhecer perfis de homens com os quais se deve estar alerta. É quase como se uma luz piscasse com o texto: "Perigo! Mantenha distância".  Apesar disso, não raro envolvem-se com eles mesmo assim e saem chorando no final.
Dentre esses perfis evitáveis que simplesmente não conseguimos evitar, está o que a Senhorita Patinete chama de  Heros histérico. Hoje entenderemos melhor como funciona esse tal…