Pular para o conteúdo principal

Acorda de verdade, Gigante!!

Ok. Lindo o povo na rua. Emocionante. Mesmo. Mas estou ficando com medo.
Medo do estouro da boiada, medo da falta de criticidade de muitos, medo do pseudo-apartidário.


Medo de ouvir gente fazendo apologia à ditadura e a militares no poder. Medo do silêncio dos governantes e também do silêncio da Direita.

Jura que a Globo não passou mesmo a novela para cobrir as manifestações? Medo. Porque TENHO CERTEZA que os interesses da Globo não são os mesmos que os meus. CERTEZA. Nem os da Record são os meus, os nossos. Tem alguma coisa errada aí.

Verdade que manifestantes bateram em outros manifestantes porque esses empunhavam bandeiras dos seus partidos? Oi?

E de repente estou vendo na minha timeline no Facebook e Twitter a hashtag #FORADILMA.
Ai... ficamos com o Temer então? Medo. Ou não, ele também não presta. Desconfio que nessa sucessão corremos o risco de acabar com o presidente do Senado - sim, ele mesmo! - assumindo como presidente do Brasil... já pensou? MEDO-MEGA-BLASTER

Eu não concordo com MUITA coisa do governo. Aliás, eu não tenho receio de criticar políticas públicas ao vivo na TV do próprio governo (quem viu, sabe rs). Mas peraí: não é a presidente que tem que mudar, é o sistema P*#%A! A Dilma não tem, que eu saiba, acusações de corrupção contra ela e, que eu saiba, ela trabalha como um trator.
Se você não gosta dela, não gosta das premissas dela, dos projetos dela, está no seu direito e deve ter seus motivos. Mas também deve aceitar que ela foi colocada lá democraticamente, por gente que vê o mundo diferente de você - e nem por isso é burro ou ignorante; APENAS pensa DIFERENTE.

Isso é democracia. E a gente está nas ruas porque ACREDITA NA DEMOCRACIA, não?
Acreditamos ou não?
[Sim, acreditamos!! Não admito que alguém pense mais de 2 segundos para responder essa pergunta simples]

Então não podemos transformar isso tudo numa guerra político-partidária, reviver aqueles absurdos que vimos durante as eleições. Alô?

Será que podemos nos unir? Estou sendo ingênua por querer que chimangos e maragatos unam forças para pressionar pela MODIFICAÇÃO DE COISAS QUE PRECISAM SER MUDADAS, ao invés de atirar uns nos outros?

Sabem o que eu queria ver? Essas ruas cheias de gente sem bandeiras, mas também cheia de bandeiras de TODOS os partidos. Porque é pra ser uma luta de todos - vermelhinhos, azuizinhos, verdinhos, arco-íris etc. Não é hora de ódio político-partidário, religioso, o escambau.

É hora de fazer política de verdade. E política de verdade é feita no âmbito micro, começa na nossa ação.

É hora de dizer: BASTA À CORRUPÇÃO - seja ela vermelhinha, azulzinha, verdinha, coloridinha, cor de cocô, raios que o partam. Corrupção é corrupção! Basta a quem sonega imposto, a quem dirige embreagado, aos advogados que ficam achando brechas nas leis - nem tudo que é legal é ético, ok? #ficadica

Estou cansada desse ódio. A gente precisa ter sangue no olho sim, ter gana sim, mas direcionado ao que pode efetivamente mudar alguma coisa.
Desculpem a falta de classe, mas FRUTA QUE CAIU, TOMATE CRU: "aprender a votar", "dar a resposta nas urnas"?

CACETE! A gente não tem opção, caramba! A gente não consegue votar direito porque não tem em quem votar - estou generalizando e isso é ignorante da minha parte. Então deixem-me explicar melhor: aquela raridade de político decente, em quem você acredita cegamente - confio no seu julgamento! - simplesmente não vai conseguir governar se não fizer aliança com a corja, e se ele fizer aliança com a corja ele já não é tão decente mais. Sacou?

Então podemos ter um foco? ATENÇÃO, CONCENTRAÇÃO, RITMO, VAI COMEÇAR: o grande problema do nosso País, que impede que tenhamos nosso RICO "dinheirinho" retornando pra gente em serviços públicos gratuitos e de qualidade é a CORRUPÇÃO. Estamos todos de acordo com isso? Sim??

Se FulanO casa com FulanO, Fulana fez aborto, Beltrano tem estrela no peito ou Ciclano tem nariz de tucano, se João acredita em Jesus e José não acredita... não faz diferença alguma.

Concordam? A diversidade é que faz existir diálogo, porque todo consenso é burro.
Então viva os partidos políticos!! Viva o Fulano, o Beltrano, o Ciclano, João, José e Jesus! Dá pra gente se respeitar? Dá pra gente parar de atacar as crenças dos outros, as ideologias dos outros, restringir a liberdade dos outros, querer queimar a bandeira dos outros (sejam elas reais ou simbólicas)?

Quem é o inimigo, FRUTA QUE CAIU? Não é A nem B. É um sistema corrupto construído e alimentado por... por quem mesmo? Sim, por nós. #meaculpa

O que queremos então?
Investigação, punição rígida. Queremos inibir atos corruptos. Dificultar a vida deles. Amedrontá-los.

Já pensaram quanto dinheiro vai sobrar para pagar o salário mínimo de 3 mil reais para os nossos professores? E para os nossos hospitais e postos de saúdes? E para nosso transporte público? E (por que não?) até para nossos estádios? A gente adora futebol, qual o problema?

Quem somos?
O povo enfurecido.
O que queremos?
Punição severa para corruptos.
Como queremos?
Cadeia e devolução da grana aos cofres públicos.
Quando queremos?
AGORA!

Juntos.
Conseguimos?

#prontofalei

Comentários

  1. a corrupção tem sempre cor e cheiro de cocô, não importa a cor do partido de quem defecou... juntos podemos limpar toda essa m*... difícil é juntar!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comentários dos leitores e leitoras são muito bem-vindos, pois enriquecem o blog com diferentes pontos de vista e relatos de experiências.
Mas estejam atentos às regras básicas de ética e boa convivência. Comentários em desacordo com elas ou que fujam ao tema do post poderão não ser aceitos.

Postagens mais visitadas deste blog

Medo de barata - transtorno sexual ou alergia?

Ver uma pessoa gritando diante de um inseto de cinco centímetros que não morde nem ataca seres humanos pode parecer irracional. O que muitos não sabem é que existem teorias que explicam o medo de barata, que acomete principalmente mulheres (mas também alguns homens).


O medoDe modo geral, ter medo é natural e até uma questão de sobrevivência. Por exemplo, o medo que nos leva a dirigir com as janelas do carro fechadas e a estarmos atentos à nossa volta ao pararmos na sinaleira pode evitar que sejamos pegos desprevenidos por um assaltante. No entanto, alguns medos podem prejudicar-nos em muitos aspectos de nossas vidas, como aqueles que se transformam em fobias.


Este post sobre o medo de barata é o primeiro de uma série de três. Na sequência dele, falaremos ainda sobre o enfrentamento de medos, como o medo de voar de avião e o medo de fazer exame de sangue. Compartilharemos também algumas dicas para perder o medo, que podem servir para qualquer tipo deles.

Medo de barata
Confesso a vocês qu…

A difícil tarefa de educar uma criança

Antes de eu ser mãe, as pessoas costumavam invalidar minhas opiniões sobre a educação de crianças - mesmo eu sendo pedagoga, ou seja, formada em Educação. Isso não valia para elas, pois teoria é teoria e prática é prática. Também não era válido o meu longo histórico de ótimo relacionamento com crianças, porque cuidar dos filhos dos outros não é educar. 

Pois bem, em parte elas tinham razão: "quem fala de sangue, e não está sangrando, é um impostor", já dizia Fernando Sabino. Em partes. Porque, agora que eu sou mãe, não só acredito nas mesmas coisas como também vejo-as reforçadas na prática. O que quer dizer que, mesmo não tendo passado pela experiência da maternidade anteriormente, as minhas vivências, a minha sensibilidade e o meu estudo tornaram-me apta para formar algumas ideias sobre o assunto. 
Se eu sei tudo sobre como educar uma criança? Se eu faço tudo certinho como mãe? Obviamente que não. Mas, como a maior parte das mães, eu tenho sempre a melhor das intenções. ;)

Encantos e perigos de um homem histérico

Eros quando solteiro foge diante de um possível relacionamento profundo. Mas gosta de manter uma mulher apaixonada sem assumi-la (pela necessidade da certeza de ser amado). Eros histérico continua freneticamente seu jogo de sedução, porém, finalizada a sedução ele não sabe mais o que fazer, ali entra em territórios desconhecidos. Evita um vínculo mais sólido porque seria deparar-se com a sua impotência diante de algo ou de uma situação e dessa forma fica evidenciado aquilo que poderia ter sido e não foi: o verdadeiro homem.
Toda mulher com uma relativa experiência afetiva é capaz de reconhecer perfis de homens com os quais se deve estar alerta. É quase como se uma luz piscasse com o texto: "Perigo! Mantenha distância".  Apesar disso, não raro envolvem-se com eles mesmo assim e saem chorando no final.
Dentre esses perfis evitáveis que simplesmente não conseguimos evitar, está o que a Senhorita Patinete chama de  Heros histérico. Hoje entenderemos melhor como funciona esse tal…