Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2012

Meu adorável psicopata

Falamos anteriormente sobre os encantos e perigos de um homem histérico, aquele sedutor compulsivo, que acaba frustrando as [muitas] mulheres conquistadas, pois, em geral, não consegue aprofundar uma relação além do flerte.  
Hoje falaremos sobre um perfil masculino que pode ser muito perigoso para a saúde emocional das mulheres que por ele se apaixonam [sim, mulheres no plural]: o perverso. Ele seduz, manipula, vampiriza e mente, causando assim muito desequilíbrio. 




Libertar-se de um sujeito com essa estrutura psíquica é muito difícil. Não raro ele mantém um "harem" de ex-casos amorosos que periodicamente alimenta com sua sedução - e elas derretem-se diante de sua atenção. 

Quais as características predominantes de um sujeito perverso?
A característica mais evidente é a sedução. Mas ao contrário do homem histérico, que seduz por impulso (necessidade inconsciente), o homem perverso seduz com intenção de manipular e controlar as pessoas ao seu redor. Ele pode fazer isso p…

A ursinha rosa e a cobra psicopata

Era uma vez uma ursinha cor-de-rosa que vivia saltitando pela floresta. Um dia, ela ouviu um barulhinho atrás de uma pedra, foi conferir e se deparou com uma cobra. 

Ela quis fugir, mas a cobra falou: "Vem cá, ursinha".  A ursa disse: "Não! Você é uma cobra!!!" E a cobra respondeu: "Mas eu sou uma cobra legal, eu vou te dar muito carinho, vou fazer você feliz. Vem cá, me pega..."
["Ela tava mentindo, né mamãe?" - pergunta minha filha de 4 anos. "É, filha, mas a ursinha não percebeu isso"]
A ursinha pegou a cobra, que era bem abusadinha e já começou a enrolar-se nela.
A cobra dizia assim: "Você precisa me amar, você precisa me amar!" E mimava muito a ursinha para que isso de fato acontecesse.
E aconteceu.  A ursinha passou 7 meses com aquela cobra enrolada a sua volta e nem se importava de sentir-se tão sufocada, porque a cobra a fazia sentir feliz. Às vezes, pelo menos. 
Um dia, a cobra disse: "Ursinha, casa comigo?"…

Virando uma ginasta campeã

Este vídeo emocionante retrata a trajetória das ginastas desde o dia em que praticaram Ginástica Rítmica pela primeira vez até tornarem-se ginastas campeãs. A narrativa, que fala do encanto e diversão iniciais, dos treinos árduos e da dor, pode ser transposta para outros esportes também. 


Para mim, mãe de uma menina de 4 anos que já demonstra talento para o ballet, fica a reflexão: é isso que eu quero incentivar na vida da minha filha? Minha resposta hoje é: simplesmente não sei.

Encantos e perigos de um homem histérico

Eros quando solteiro foge diante de um possível relacionamento profundo. Mas gosta de manter uma mulher apaixonada sem assumi-la (pela necessidade da certeza de ser amado). Eros histérico continua freneticamente seu jogo de sedução, porém, finalizada a sedução ele não sabe mais o que fazer, ali entra em territórios desconhecidos. Evita um vínculo mais sólido porque seria deparar-se com a sua impotência diante de algo ou de uma situação e dessa forma fica evidenciado aquilo que poderia ter sido e não foi: o verdadeiro homem.
Toda mulher com uma relativa experiência afetiva é capaz de reconhecer perfis de homens com os quais se deve estar alerta. É quase como se uma luz piscasse com o texto: "Perigo! Mantenha distância".  Apesar disso, não raro envolvem-se com eles mesmo assim e saem chorando no final.
Dentre esses perfis evitáveis que simplesmente não conseguimos evitar, está o que a Senhorita Patinete chama de  Heros histérico. Hoje entenderemos melhor como funciona esse tal…