Coração

Para pessoas emotivas, o calendário de datas comemorativas é um prato cheio para reflexões. Aniversário de mãe, por exemplo, nos remete à infância. Mais do que uma mensagem de aniversário, deixo aqui uma homenagem à mãe que ficou perdida naquela época, pois quando olho pra ela agora, vejo e não vejo aquela mulher de antes. Continua linda e amada da mesma forma, mas já não é a mesma pessoa. E às vezes é.

Ah, se a VIDA fosse um filme que pudéssemos rebobinar quando desejássemos. Quereria eu fazê-lo? Não sei. Faria? Possivelmente não. Está lacrado e são possibilidades... Um momento é um momento. Não pode ser dividido em mais, fracionado e ser vivido mais de uma vez. Luma Rosa in Minha Infância - fragmentos

Eu e a Mamy no Natal 2010. Ao fundo, três das manas (só faltou a Flóp).

Eu sei que todo mundo diz isso, mas... não existe no mundo mãe especial como a minha. Falo com o aval das minhas amigas: muitas assinaturas embaixo. Orgulho-me da relação que temos e sempre tivemos. Tudo registrado em tantas cartas, bilhetinhos e cartões que sempre lhe enderecei, como a longa carta que escrevi quando a minha filha nasceu.

Hoje minha mãe faz 52 anos, mas se tem algo que ela nunca ligou é idade. Tanto que, aos 50 anos, adotou duas gêmeas recém-nascidas, minhas manas caçulinhas Rafaela e Eduarda - registro a chegada das duas lindas no diário do meu tratamento - blog Animando-C.

E para marcar esta data, compartilho com vocês a poesia Coração, de Guilherme de Almeida, que era a preferida da Mamy quando ela era criança, e que cai muito bem no contexto desta reflexão. Pra você, mamãe...


Coração

Lembrança, quanta lembrança
Dos tempos que já lá vão!
Minha vida de criança,
Minha bolha de sabão!

Infância, que sorte cega,
Que ventania cruel,
Que enxurrada te carrega,
Meu barquinho de papel?

Como vais, como te apartas,
E que sozinho que estou!
Ó meu castelo de cartas,
Quem foi que te derrubou?

Tudo muda, tudo passa
Neste mundo de ilusão;
Vai para o céu a fumaça,
Fica na terra o carvão.

Mas sempre, sem que te iludas,
Cantando num mesmo tom,
Só tu, coração, não mudas,
Porque és puro e porque és bom!


Guilherme de Almeida
(1890-1969)

Compartilhe este artigo

Artigos relacionados

Próximo
« Anterior

8 comentários

Write comentários
24 de abril de 2011 11:35 delete

Olá Ana,

Bonito Texto, emoção é que vale..

Abraço

Reply
avatar
Anônimo
24 de abril de 2011 12:18 delete

Minhas grandes amigas,
Tenho muito orgulho e felicidade em ter conhecido esta família maravilhosa.
Parabéns querida e admirávil Léa!!!
Feliz Páscoa à todas vocês !!!

Grande beijo,
Inês

Reply
avatar
24 de abril de 2011 14:30 delete

Ainda acho que a mãe dela é, na verdade, sua irmã. :)

abraços,
Fernando

Reply
avatar
24 de abril de 2011 21:45 delete

Aninha querida,

tive o prazer de receber a visita de minha mãe nessas férias.( Ver no blo "Mãe,só tem uma) Hoje, aos 82, minha mãe é mais alegre e jovial que aos 50, talvez até que aos 40. Sem a necessidade de impor normas e regras, ela simplesmente curte as filhas, aproveita a vida e as amigas, de forma leve e muito alegre.

Se pudesse ter de volta a minha mãe do passado, eu não queria mesmo!

Reply
avatar
24 de abril de 2011 22:37 delete

Ana Flor, vim retribuir a visita feita lá no meu novo blog, o Quero Aprender Português, e comentar esta sua linda homenagem. Já havia lido hoje mais cedo, mas como não conseguiria comentar por estar entretido e brincadeiras com minha filha, resolvi deixar para agora de noite.

O que poso dizer de homenagem tão linda para sua mãe? Considerando a relação que sempre tive com a minha, chego a invejar um pouco o apoio que teve da sua e a cumplicidade envolvida numa relação que deveria, em toda família, ser a mais estreita e verdadeira possível. O texto escolhido é tocante também e acabei pensando muito naquilo que tenho feito de minha vida em relação às minhas filhas. Há algum tempo tenho colocado o lazer com elas como uma de minhas prioridades. Sei que você é assim, pois várias vezes vejo seus tweets falando de suas brincadeiras com a pequena Amanda. Isso só confirma como você é uma pessoa iluminada. Bom seria se todos os lares tivessem pessoas como você e muitas com quem convivo. Certamente teríamos bem menos problemas em salas de aula. Grande abraço e novamente, obrigado pela visita lá no meu novo blog novo. Não se esqueça que é um espaço para divulgação das campanhas de informação sobre a Hepatite C. Você e o Fernando tem toda liberdade de usá-lo como bem entenderem.

Reply
avatar
25 de abril de 2011 17:34 delete

Wow!! Não conhecia esse outro blogue!! :=)))
Cheguei de viagem hoje cedo, pois fui passar o Domingo de Páscoa com meus irmãos.
Ana, sua mãe é super jovem e linda!! Uma carinha esperta de quem sabe bem o que quer e como quer! E virei fã por saber que ela tem filhos adotivos - como a minha mãe! Tenho 3 irmãos adotivos, assim como 5 sobrinhos adotivos! Ainda não adotei, mas um dia farei!
Obrigada pela referência e dê um abraço em sua mãe, super apertado por mim! E aproveita essa mãe gostosa!! \o/
A blogagem coletiva "Fases da Vida" tem me servido não somente para relembrar fatos passados, mas também exorcizar as minhas tristezas. Dia 15 de Maio "Adolescência" - Não quer participar?
Boa semana!! Beijus,

Reply
avatar
26 de abril de 2011 20:40 delete

Amei seu blog.... muito lindo! ja estou seguindo ..... assim que der visita e segue o meu tb!!

bjos
http://chocolatecommoda.blogspot.com/

Reply
avatar
26 de abril de 2011 22:14 delete

Queridos, obrigada pela visita e por compartilharem comigo essa homenagem especial à minha Mamy.

Geraldo,
Bom vê-lo mais uma vez por aqui! Seja sempre bem-vindo. Pra quem não sabe, o Geraldo está fazendo uma coluna semanal em seu blog na qual fala sobre câncer. Está muito interessante e por isso vale a pena conferir: prevenção e diagnóstico precoce podem salvar vidas.

Inês,
Nós é que agradecemos por tê-la em nossas vidas, pela linda amizade que oferece à mamãe, pelo carinho com todas nós. =)

Fernando,
Hehehe E não é que parece mesmo irmã, né? Sempre achavam isso quando ela ia buscar-nos na escola.

Vaninha querida,
Vi a foto da mainha no blog: mas eu não daria 80 anos pra ela nunca! E que legal saber que por dentro a juventude é a mesma. E saber que o ser humano é um ser em constante mudança.
Fui lá conferir o texto Cinzas e, bem, fiquei sem palavras. Também muito orgulhosa de você!

Bauru,
Fico feliz sempre que você aparece por aqui. Como sempre, lindas palavras.
Obrigada por colocar o [excelente] blog novo à nossa disposição. Teremos campanha no próximo mês e será muito legal contar, mais uma vez, com sua mobilização. =)

Luma querida,
Então seja muito bem-vinda a este meu novo bloguinho, que ainda está no segundo mês de existência.
Que legal que sua família também é adepta a trazer pra dentro dela pessoas especiais. Minha mãe já está se preparando pra entrar na fila da adoção de novo. No futuro, se eu tiver mais filhos, serão adotados também.
Comentei lá no Luz: emocionante o seu texto.
E quem sabe não participo mesmo da blogagem coletiva em maio? Tomara que eu consiga me organizar para isso. Obrigada pelo convite, viu?
Beijo

Heidi, (adoro esse nome)
Obrigada pela visita! Está convidada a voltar sempre. Já passei lá no seu blog e deixei meus comentários.

Reply
avatar

Comentários dos leitores e leitoras são muito bem-vindos, pois enriquecem o blog com diferentes pontos de vista e relatos de experiências.
Mas estejam atentos às regras básicas de ética e boa convivência. Comentários em desacordo com elas ou que fujam ao tema do post poderão não ser aceitos. EmoticonEmoticon