Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2011

Você obriga seu filho a comer?

Minha casa não é diferente da maior parte das outras: frutas, legumes e verduras não são do agrado da minha filha, hoje com 3 anos de idade.

A questão é: a criança precisa comer bem, né? Mas o que fazer quando, mesmo com toda a criatividade e paciência materna, ela se nega?


Semana passada tivemos uma experiência que me fez, mais uma vez, refletir sobre isso. Na janta, a filhota não queria comer o arroz com vagem - único verde que havia no prato. Apelei para chantagem (que pedagoga de araque eu sou!), considerando que ela está se esforçando para ser bem comportada, com vistas a um presente que deseja ganhar da avó.
Ela comeu numa boa, disfarçando a careta, portando-se como uma lady. Até que... vomitou. E não foi simplesmente colocar a comida pra fora. Ela vomitou de jorrar em mim, em grande quantidade.   Na hora pensei: "Por que estou submetendo minha filha a esta violência?"
A resposta é óbvia: porque é importante ela aprender a comer. Mas será mesmo que um pratão (ela come o do…

Controlando pensamentos destrutivos: como gerenciar sentimentos, pensamentos e ações

Já leu os posts anteriores de nossa seção Relacionamentos?

Relacionamentos: não sabe brincar, não desce pro play! - encarando os difíceis sentimentos do final de uma relação amorosa.Descendo pra se divertir no play e aprendendo a levantar depois de cair - dicas para começar a se reerguer após o luto pelo fim de um relacionamento.
A questão agora é: como controlar os pensamentos destrutivos que insistem em nos acompanhar nesses momentos difíceis?






1. Primeiro, controle sua AÇÃO.
É lógico que você não conseguirá de uma hora para outra controlar seus pensamentos. Óbvio que quando vir a sirigaita que roubou seu homem terá vontade de arrancar os olhos dela. Óbvio que terá desejo de vingança dele porque não te quer mais.

Neste primeiro estágio, não se preocupe com isso. Permita-se pensar. Não se culpe. Apenas, NÃO AJA. Segure-se. Não fale nem faça nada que concretize seus pensamentos.
Acredite em mim: temos muito maior auto-controle sobre nossas ações do que sobre os pensamentos. Vai chegar um m…

Que mulher não gosta de ganhar lingerie de presente?

Não sei vocês, mas considero muito instigante ganhar uma bela lingerie em datas especiais.

Acho lindo pensar no namorado/marido/companheiro indo à loja e esforçando-se para escolher uma peça do nosso agrado - o que, convenhamos, não deve ser tarefa fácil.
Até hoje nunca erraram o modelo (ou, o que seria mais grave, o meu tamanho). Mas acho que, ainda que isso acontecesse, prevaleceria a máxima de que o que vale é a intenção. Neste caso, as segundas intenções... ;)

Vejam que belezura esse conjunto da Fruit de la Passion que ganhei de aniversário:



Meninos, eu sei que vocês acham um absurdo pagar R$ 200,00 num "conjunto de calcinha e sutiã". No fundo, eu também acho. Mas... é lindo, não é? Sinto-me uma princesa dentro dele. E me veste tão bem... (nem adianta pedir, pois não colocarei fotos aqui - hehehe). Então, vale a pena.

Se você não dispõe desse dinheiro, don't panic! Você encontrará modelos bem legais em lojas de departamento. Uma super dica do Blog da Mandets que eu r…

Descendo pra se divertir no play e aprendendo a levantar depois de cair

No post Relacionamentos: não sabe brincar, não desce pro play!, conversamos francamente sobre os sentimentos despertados com o fim de uma relação, especialmente quando, de nossa parte, o amor não terminou. No post de hoje, veremos algumas dicas para abreviar esse sofrimento. Afinal, como disse Chico Xavier:
"A dor é obrigatória, mas o sofrimento é opcional." Chico Xavier

A primeira coisa necessária a ser dita: não invalide seu sofrimento. Ele é natural e, como um luto, tem um papel importante nesse momento:
O que é ficar de luto? É aceitar que o passado se torne passado. Esta aceitação é realmente uma condição de felicidade. Porque, na maior parte do tempo, o passado se projeta sobre o presente e impede que ele seja vivido plenamente. Por isso, saber ficar de luto é uma verdadeira bem-aventurança. Aceitar que o que foi não seja mais. Aceitar que realmente o passado seja passado. Isso não quer dizer esquecer o passado. Quer dizer apenas parar de projetá-lo, sem cessar, sobre …

Hora do Planeta - participar ou não?

Preparem-se, mulheres de verdade: no próximo sábado, dia 26 de março, das 20:30h às 21:30h (horário de Brasília), o mundo apaga suas luzes para chamar a atenção para o aquecimento global.


Antes que algum engraçadinho argumente que de nada adianta apagar as luzes durante apenas uma hora se gastamos eletricidade desenfreadamente durante todas as outras horas do ano, lembro que se trata de um ato simbólico. O que está em jogo não é a quantidade de energia economizada durante a Hora do Planeta, mas a necessidade de pararmos para refletir sobre o nosso modelo de desenvolvimento e nossos padrões de consumo atuais.


Se em tempos de pensamento complexo ainda existem engraçadinhos? As crianças não acreditariam, mas... bom, vejam por si só o que diz o senhor George Carlin, a quem o blog Contraditorium dá voz no post: Hora da Terra - viva o onanismo.
Leia também, do mesmo blog: Hora do Planeta, e viva aquela franga de Pandora.
Preciso confessar que fico irritada quando leio textos como esses. Seria…

Muito além do esmalte pink

Quando eu era casada, usava apenas esmalte Renda - traduzindo para os meninos, é o branquinho clássico da marca Risqué. Justificativa para isso: marido não gostava das cores. De vez em quando, em alguma ocasião especial, eu até ousava num vermelho. Mas, mesmo sem que ele dissesse algo, a gente sabe quando não é do agrado do amado, não é mesmo?
Quantas de vocês, queridas leitoras, também vivem esta situação?

Com a separação conjugal coincidindo com o ano em que as cores vibrantes e inusitadas começaram a reinar absolutas nas unhas, saindo das passarelas direto para as ruas, comecei a brincar mais com as cores. Até chegar num ponto em que ir à manicure e pedir pelo Renda virou dinheiro jogado fora - com exceção dos pés, nos quais o branquinho ainda é minha primeira opção.
Quem curte a nova brincadeira tanto quanto eu é minha filha Amanda, 3 anos, que escolhe comigo a cor do esmalte da semana. Desta vez, optamos por uma combinação de pinks.  

Detalhe importante: eu apenas uso os meus próprio…

Pra início de conversa - alegria e tristeza

Bem-vindo e bem-vinda ao blog Apenas Mulheres de Verdade!

Agora que você já sabe quem sou eu e conhece porque resolvi criar este blog, quero compartilhar um belo texto de Khalil Gibran, ao qual possivelmente recorreremos muitas vezes em nossas conversas, por fazer-nos refletir sobre nossos sentimentos e a forma como encaramos nossos momentos de alegria e tristeza.
Para quem tem olhos para ler e coração para compreender...

Khalil Gibran - A alegria e a tristeza


E depois uma mulher disse, Fala-nos da Alegria e da Tristeza. E ele respondeu:
A vossa alegria é a vossa tristeza mascarada. E o mesmo poço de onde sai o vosso riso esteve muitas vezes cheio de lágrimas. E como poderá ser de outra maneira? Quanto mais fundo a tristeza entrar no vosso ser, maior é a alegria que podereis conter. A taça que contém o vosso vinho não é a mesma que foi feita no forno do oleiro? E a lira que vos apazigua o espírito não é da mesma madeira com que foram esculpidas as facas? Quando estiverdes alegres, olhai bem dentr…

Relacionamentos: não sabe brincar, não desce pro play!

Neste primeiro post da seção Relacionamentos, conversaremos sobre os sentimentos envolvidos no rompimento de uma relação que não gostaríamos que terminasse. Pode ser que não seja exatamente o que você queria ouvir agora, mas será que não é o que precisava ouvir?


A vida é dura.

Pudera, vivemos cercados de pessoas que têm o bem e o mal dentro delas. Invariavelmente, seremos deparados com esses dois lados em nossas relações. Se não quiser sofrer por isso, mude-se para uma caverna e não saia de lá. Mas lembre-se que assim você irá privar-se também de tudo de bom que as pessoas poderiam lhe oferecer.

A verdade é que você muitas vezes vai ganhar, mas também vai perder.
Vai fazer uso de coisas que lhe darão prazer e essas mesmas coisas lhe serão motivo de lágrimas depois.


Se não quiser chorar, não ame. Quer amar e não quer chorar? Trancafie-se num convento e ame somente a Deus.

Se você tem um relacionamento, é possível que chegue um dia no qual tudo aquilo que lhe é caro comece a ruir e desm…